NOSSA HISTÓRIA – Prefeitura Municipal de Ulianópolis

NOSSA HISTÓRIA

A colonização da área começou em 1958, quando os pioneiros montaram um pequeno acampamento sob um pé de Cumarú, próximo a um riacho. O encarregado do acampamento, o engenheiro Bernardo Sayão, ao ver o pequeno curso d`água pensou tratar-se do Gurupí, rio que estabelece a divisa dos Estados do Pará e Maranhão.

Ao saber que era apenas um afluente do Gurupí, ele chamou o rio de Gurupizinho.

O povoado, que também começou a ser chamado de Gurupizinho, passou a abrigar na década de 60 várias famílias, atraídas pelos projetos de colonização da Amazônia e pela facilidade em conseguir terras na região.

Entre as primeiras famílias a chegar ao local estava a Família Uliana, nome que deu origem a denominação atual do município.

O local, que recebia muitos migrantes de outros estados, principalmente do Espírito Santo, inicialmente ficou conhecido como Gurupizinho dos Capixabas. Elevado à categoria de município recebendo o nome de Ulianópolis através da Lei Estadual nº 5.697, de 13 de dezembro de 1991, publicada no Diário Oficial em 20 de dezembro de 1991 e sua instalação oficial, aconteceu em 1º de janeiro de 1993, possui uma área total de 5.081,069 Km², localiza-se na parte sudeste do norte do Pará e pertence a micro região Paragominas.

Sua posição geográfica é determinada pelas coordenadas: junto ao paralelo 3º meridiano 45º. Estende-se 03,45’,23” de latitude sul e 47º,30’,4” de latitude ocidental de Greenwich. Localiza-se na margem da Rodovia Br 010 entre os Km 80 e 84.

Pertencente à Unidade Federativa do Pará, estando a 400 km da Capital Belém, Ulianópolis tem como municípios limítrofes: Dom Elizeu e Goianésia do Pará ao Sul, Paragominas ao Norte e a Oeste e o Estado do Maranhão ao Leste. Possui uma área territorial de 5 081,069 Km², sendo 4 031,069 no meio rural e 1.050 no meio urbano, o Município possui uma população estimada (IBGE/2013) de 51956 habitantes a uma densidade de 8,52 hab./Km² . Ulianópolis possui um clima Tropical úmido de monção, temperatura média anual oscilando entre 26° a 27°C – Máxima de 33°C, e mínima de 22° a 23°C. Sendo que o período chuvoso vai de novembro a abril (100 a 125 dias de chuva), com índice pluviométrico variando de 2.250 a 2.500mm.

A base econômica de Ulianópolis deu-se inicialmente pelo extrativismo vegetal, mineral, na pecuária e agricultura. O rebanho bovino do município destina -se ao abate, produção de leite e derivados. A criação de frangos e suínos também tem se desenvolvido muito bem no município com produção para corte. Porém nos últimos anos com escassez da madeira, muitas serrarias migraram para outras regiões, e a economia ficou baseada em sua maior parte na pecuária e agricultura sendo o maior produtor de grãos do Estado do Pará, apresentou um grande avanço também na Agricultura familiar e na produção de cana de açúcar, tendo no município instalada a Pará Pastoril Agrícola – PAGRISA, a agroindústria sendo a única produtora de açúcar e álcool do Estado do Pará.

Meio Ambiente Ulianópolis foi considerada um dos municípios que mais devastou, passou pela operação Arco de Fogo em 2008, teve sua economia local afetada o que fez com que o município desenvolvesse novas alternativas de sustentabilidade como assinatura do Termo de Compromisso com o ministério Público Estadual, o Pacto Contra o Desmatamento Local, e alcançar 80% de área cadastrada no CAR (Cadastro Ambiental Rural) assim como apresentar um desmatamento menor que 40%km² podo . A Operação Arco Verde contribuiu para o desenvolvimento de uma nova forma de pensar o meio ambiente, tendo como resultado o desenvolvimento de ações locais que o levaram a cumprir as metas de integração ao Programa Municípios Verdes ficando fora da lista dos municípios que mais desmatam na Amazônia, sendo o 5º município a sair da lista. Apresenta também áreas de reflorestamento assim como plantações de Eucalipto, fomentado pela VALE FLORESTAR. Cultura Por ter uma formação de origem imigratória, Ulianópolis possui poucas manifestações culturais próprias, as mais expressiva são:

•  O AgrofestMilho, teve sua origem em 2001 para festejar a safra do milho, Estando hoje com o status de maior feira aberta ao público do estado, com rodeio, parque de diversões, shows regionais e nacionais e apresentações culturais, não tem data fixa para sua realização, podendo ser comemorado entre o período de maio a julho;

• O Aniversário da Cidade é outro evento de grande movimentação de pessoas, além dos moradores, pessoas de cidades vizinhas participam das comemorações que ocorre no período de três a quatro dias com programações variadas.

• A rede municipal de Educação anualmente desenvolvem Projetos com temas ambientais que culminam sempre no mês de setembro coincidindo com a realização do Desfile Escolar, além das comemorações cívicas as Escolas Municipais expõem as principais temáticas trabalhadas no decorrer do ano letivo escolar, neste evento os munícipes prestigiam seus filhos e filhas desfilando e apresentando os trabalhos das escolas onde acontecem também as apresentações de bandas e fanfarras.